Ficar longos períodos nas redes sociais é prejudicial à saúde

//Ficar longos períodos nas redes sociais é prejudicial à saúde

Ficar longos períodos nas redes sociais é prejudicial à saúde

Que a nossa forma de comunicação e enxergar o mundo mudaram definitivamente desde o surgimento da internet é fato. Uma vez que, essa conexão foi capaz de aproximar pessoas de extremos do planeta.

Quando as redes sociais foram desenvolvidas, essas mudanças se tornaram, ainda, mais significativas, visto que possibilitou o compartilhamento da rotina através de texto e imagem. Dito isso, as redes sociais transformaram nossa forma de perceber o outro e nos apresentar ao mundo. Afinal todos querem parecer descolados e bem-sucedidos.

Entretanto, especialistas já observaram que as redes sociais também influenciam negativamente a nossa vida. Afinal, toda tecnologia nova tem seus desafios e alguns não estão prontos para eles.

Segundo um estudo realizado na Universidade da Pensilvânia, EUA, passar menos tempo nas redes sociais reduz os riscos depressão e outros problemas de saúde mental.

Já existem diversos estudos sobre a influência das redes sociais em nossa vida. Porém, esse é o primeiro que apresenta uma relação de causa e efeito entre esses problemas e o uso das redes.

Como foi possível chegar a esse resultado

143 estudantes universitários participaram da pesquisa. Sendo divididos em 2 grupos, o primeiro tinha acesso livre às redes sociais, já o segundo somente 30 minutos diários para acessar. Após 2 semestres de observação os pesquisadores verificaram que os estudantes que acessaram as redes somente 30 minutos apresentaram melhora no humor e saúde.

Assim como, passar menos tempo nas redes sociais reduz, significativamente, a solidão e depressão. Sendo que as pessoas que estavam mais deprimidas no começo do estudo foram as que mostraram os melhores resultados. Até os casos de depressão clínica moderada tiveram uma diminuição dos sintomas durante os dias que estiveram conectados somente 30 minutos.

Com relação ao grupo que teve acesso livre às redes sociais, não foram verificadas mudanças nos sintomas da depressão.

Essa pesquisa mostrou que as redes sociais quando utilizadas em excesso, ainda que tenham sido criadas para conectar pessoas, podem ser ruins à saúde e bem-estar.

2019-04-11T08:39:25+00:00 08/04/19|Tags: , , , |0 Comentários

Deixar Um Comentário