Empresas acreditam no crescimento ainda em 2018

//Empresas acreditam no crescimento ainda em 2018

Empresas acreditam no crescimento ainda em 2018

Segundo levantamento os proprietários de empresas acreditam no crescimento de seus empreendimentos ainda em 2018. Apesar da crise e do momento de incertezas que vivemos no Brasil, as empresas de médio porte mantém uma atitude otimista e acreditam num crescimento em seu desempenho para este ano.

O relatório revelou que 57% dos empresários brasileiros visualizam um crescimento de 6-10% em 2018 em seus negócios. Ainda que esse percentual de crescimento seja dois pontos percentuais menores que o verificado no relatório global. O percentual de empresas que acreditam num crescimento mais modesto, entre 0-5%, é de 38%. Sendo que 3% delas acreditam num percentual maior entre 11-25%.

A tecnologia no radar das empresas

Os participantes da pesquisa também elencaram os principais desafios enfrentados pelas empresas, e que estão impactando no crescimento de seus negócios. Assim as novas tecnologias tiveram um lugar de destaque entre os principais obstáculos alcançando um percentual de 24%. Sendo que a convergência da indústria foi citada por 33% dos participantes, assumindo o primeiro lugar da lista. As alterações demográficas foram mencionadas por 23% dos participantes.

Ainda que timidamente as empresas continuam investindo em tecnologia e em pessoas para se conseguir ser mais competitiva no mercado global. Mesmo que o cenário seja de incertezas os empresários empregam suas energias dentro do território nacional, o que permite uma melhora na economia e a expectativa de crescimento verificada pela pesquisa.

Crédito e fluxo de caixa foram apontados na ajudar no crescimento

O fluxo de caixa, 29%, e o acesso ao crédito, 20%, são as principais preocupações dos empresários brasileiros. Entretanto, essa não é uma preocupação somente dos empresários brasileiros, uma vez que também foi sinalizada no relatório global. Embora o cenário de incertezas as empresas acreditam no crescimento e pretendem realizar novas contratações, um total de 35%. Somente 4% delas disseram que pretendem reduzir o quadro de funcionários. Enquanto 60% pretendem manter o número de funcionário pelos próximos 12 meses.

2018-09-27T09:36:01+00:00 10/09/18|Tags: , , , |0 Comentários

Deixar Um Comentário