Como a política afeta o consumo?

//Como a política afeta o consumo?

Como a política afeta o consumo?

Com as eleições se aproximando uma onda de otimismo tomou conta do país. Espera-se que com a troca de comando as coisas comecem a voltar para os eixos logo no início do próximo mandato. Contudo, ainda durante a crise econômica tiveram empresas que conseguiram se adaptar e mantiver o crescimento. Entretanto a grande maioria sentiu o impacto da crise em seus negócios.

A crise econômica está demorando mais para passar do que o esperado. As coisas só devem começar a melhorar depois das eleições. O mercado acredita que com a posse do novo presidente teremos uma situação mais favorável em nosso país.

A instabilidade econômica afeta muito os negócios, já que todos, empresas e consumidores, adotam uma postura mais conservadora. O que fez a nossa economia estagnar novamente mesmo depois do breve crescimento percebido no início de 2017.

Uma coisa positiva sobre a crise política foi que os empresários entenderam que precisam cuidar do país e dos negócios. Para que a prosperidade e o crescimento retornem, e assim colocar o país nos eixos e proporcionar a geração de empregos e renda.

O Brasil precisa investir mais em inovação e tecnologia, que são setores importantes para o crescimento do país. Também precisamos focar no desenvolvimento de pessoas qualificadas para atenderem as demandas desses mercados tão exigentes.

A política ainda é um grande problema em nosso país. Entretanto as empresas acreditam no potencial do Brasil. A crise econômica é uma situação momentânea, e com o empenho de todos, empresários, Governo e população será superada. Com as eleições o país vai iniciar um novo clico na economia e reconquistar a confiança dos empresários e consumidores.

Um dos principais problemas da crise econômica é que menos empresas surgem nesse período de incertezas. Mas ainda existem muitas oportunidades de crescimento em diversas áreas, basta saber aproveitar.

Mesmo durante a crise muitas empresas encontraram oportunidades de crescimento. Os últimos anos foram de aprendizado e desenvolvimento, onde empresas investiram na qualificação dos empregados e inovação. Apesar de tudo nos, os empresários, nutrimos uma atitude positiva com relação ao futuro do Brasil.

2018-08-20T13:42:07+00:00 20/08/18|Tags: , , , |0 Comentários

Deixar Um Comentário